Coréia do Norte tem 75 mil cristãos presos e exibe novas armas de guerra
23/10/2021 16:49 em Notícias

A Coreia do Norte, um dos piores países para um cristão viver, continua empunhando seu poder militar em meio às dificuldades que o mundo enfrenta, incluindo 75.000 cristãos que estão trancados em prisões por todo o país.

De acordo com God TV, até mesmo mencionar o Deus cristão é um ato de traição no país. Assim, os cristãos são frequentemente perseguidos e presos por seu governo ditatorial.

Um ex oficial da inteligência norte-coreano compartilhou uma declaração sobre a situação do país. Aparentemente, o ditador Kim Jong-Un estaria “desesperado para ganhar dinheiro”.

Então, ele recorreu a tráfico de drogas, venda de armas e terror. O ditador queria manter seu poder. Além disso, ele também está ávido a se provar um guerreiro para o seu povo e para o mundo.

 

No 76º Aniversário do partido dos trabalhadores, a Coreia do Norte mostrou seu poder militar para o mundo. Além disso, o país também mostrou um de seus maiores hardwares militares e armas avançadas em décadas.

O ditador Kim também fez um discurso onde prometeu construir um exército invencível para combater a América. Tanques, lançadores de foguetes, mísseis balísticos e um novo míssil hipersônico de longo alcance o cercaram durante seu depoimento.

De acordo com o relatório, a Coreia do Norte testou várias armas com capacidade nuclear em setembro. Essas armas nucleares poderiam atingir alvos na Coreia do Sul e no Japão, incluindo bases militares dos EUA. 

Enquanto a Coreia do Norte constrói essas armas militares, as pessoas continuam sofrendo. Devido à negligência do governo comunista com eles, eles enfrentam uma possível inanição. Além disso, seu sistema continua a torturar e prender cristãos em todo o país. As autoridades até mesmo executaram alguns deles por causa de sua .

Fonte: https://www.gospelprime.com.br/

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!